×
27 janeiro, 2022

Empreendedorismo feminino, orgulhe-se dele!

O aumento expressivo na quantidade de empreendedoras desde o início da pandemia é um dos assuntos mais falados no mundo dos negócios. Confira mais sobre o empreendedorismo feminino!

Já percebeu que o número de empreendedoras tem crescido bastante nos últimos anos? De acordo com dados do Global Entrepreneurship Monitor, há 30 milhões de brasileiras empreendendo até o momento, o que é equivalente a quase metade do mercado empreendedor no país. 

Essa informação precisa ser bastante valorizada, tendo em vida os anos de luta das mulheres por igualdade social e melhores oportunidades no mercado de trabalho. Apesar de ainda ser necessário ocorrer diversas mudanças, o empreendedorismo feminino é um fator positivo que pode gerar outras transformações a longo prazo. 

Prossiga na leitura deste artigo para saber mais sobre os benefícios dessas mudanças e os principais desafios enfrentados pelo empreendedorismo feminino. Acompanhe conosco!

Mulheres à frente de negócios no Brasil

Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), realizada pelo IBGE, 34% das mulheres estavam liderando empresas em 2018. E, em 2020, esse número cresceu para 40% de acordo com os dados da Rede Mulher Empreendedora.

Conforme mostra a principal pesquisa sobre empreendedorismo no mundo, o GEM (Global Entrepreneurship Monitor), o Brasil ficou em sétimo lugar no ranking de mulheres à frente de empreendimentos com menos de 42 meses de existência.

Quais são as mudanças promovidas pelo empreendedorismo feminino?

Além de ser um ponto extremamente positivo para a autonomia financeira e vida profissional das mulheres, o empreendedorismo também pode transformar a realidade de diversas pessoas, relações sociais e outros pontos, como:

  • mais diversidade nas empresas;
  • reconhecimento e visibilidade para o trabalho de mulheres;
  • influência e inspiração para outras mulheres;
  • futuro melhor para a força feminina empreendedora;
  • mulheres como protagonistas de suas histórias.

Quais os principais desafios para as mulheres empreendedoras?

Desde o início da pandemia, muitas mulheres viram no empreendedorismo a oportunidade que precisavam para aumentar a sua renda e garantir o sustento de sua casa, o que gerou diversos novos aprendizados fundamentais para manter o funcionamento de negócios liderados por mulheres, como:

  • habilidade de adaptação a imprevistos ou possíveis crises;
  • conhecimento em tecnologia;
  • adoção de estratégias de inovação;
  • investimento em ferramentas de conectividade e redes sociais;
  • humanização e criatividade na comunicação.

Apesar de tantos pontos positivos, é necessário entender os desafios que as empreendedoras enfrentam durante o processo de liderar empresas, entre eles estão: discriminação e preconceito no ambiente de trabalho; dupla jornada para lidar com os diversos papéis desempenhados e a cobrança excessiva para não falhar.

Quanto mais mulheres estiverem à frente de empreendimentos, mais outras podem ser inspiradas e motivadas a conquistarem o sonho de ter o seu próprio negócio, agindo com mais segurança em momentos de tomadas de decisão e superando obstáculos para alcançar o sucesso almejado.

O aumento no número de empreendedorismo feminino é, sem dúvidas, uma grande conquista para a vida pessoal e profissional das mulheres no Brasil. Esperamos que este artigo tenha inspirado você!

Continue de olho em nosso blog para acompanhar mais conteúdos sobre gestão de negócios, empreendedorismo, tecnologia, vendas e marketing.

× Como posso te ajudar? Available on SundayMondayTuesdayWednesdayThursdayFridaySaturday