×
28 janeiro, 2021

Como definir metas e indicadores para ter uma empresa mais rentável?

Você já tentou descobrir qual é o segredo para ter uma empresa mais rentável? Afinal, como é possível manter a rentabilidade em alta mesmo nos períodos de incertezas políticas e econômicas?

Para administrar bem as finanças de sua empresa é preciso ir além dos números: você deve estar por dentro de todos os dados, mas também deve estabelecer formas para analisá-los e, assim, direcionar suas estratégias com mais assertividade.

E, para definir estratégias realmente efetivas, é recomendável pensar em metas e indicadores coerentes com o que sua empresa precisa atualmente e com o que ela deseja alcançar em sua jornada de sucesso.

Para entender tudo que você precisa saber sobre como definir metas e indicadores para ter uma empresa mais rentável, é só prosseguir na leitura desse texto com a gente. Vamos lá!

1.Qual é a diferença entre lucratividade e rentabilidade?

Para dar início a esse conteúdo, é essencial entender a diferença que existe entre lucratividade e rentabilidade, a fim de medir o potencial da sua organização.

– Lucratividade: você deve utilizar os dados financeiros de um mês e dividir o lucro líquido pelo faturamento. 

– Rentabilidade: você deve dividir o valor do investimento inicial total pelo resultado estimado do fluxo de caixa do ano para, assim, obter a taxa de retorno do investimento ou rentabilidade anual. O resultado em percentual é a rentabilidade da sua empresa no período determinado. 

Como é possível perceber, adquirir lucros não significa uma boa rentabilidade, mas é preciso ser rentável para garantir investimentos maiores e mais destaque no mercado a longo prazo.

2.Qual é a diferença entre metas e indicadores? 

Muitas pessoas confundem metas e indicadores, e até objetivos também.

Entretanto, as metas são os objetivos de forma mais específica e também representam os valores que devem ser atingidos com os indicadores.

Por exemplo, se o seu objetivo é se destacar no meio online, você pode ter a meta de ter mais de 10 mil seguidores no Instagram e, dessa formas, o indicador será a quantidade de seguidores na mídia social.

Então, as metas servem para tornar os objetivos mais palpáveis, e os indicadores podem ajudar você a medir o desempenho do planejamento estratégico para alcançar as metas definidas.

É recomendável que as metas sejam alcançáveis e coerentes com as necessidades e os valores da sua empresa, e que os indicadores tenham ligação direta com os objetivos estabelecidos.

Agora que você já entendeu melhor esse conceito, vamos falar sobre como usar as metas e os indicadores para aumentar a rentabilidade de sua organização.

3.Como definir metas estratégicas?

 

Quanto mais específica e palpável é uma meta, mais estratégica e alcançável ela se torna. Então, é importante analisar o cenário financeiro de sua empresa antes de partir para o planejamento: dessa forma, você vai identificar quais são as necessidades atuais e quais são os próximos passos mais importantes a serem dados.

Outra dica, antes de estabelecer as metas, você também pode fazer um benchmarking para analisar o que as empresas concorrentes estão fazendo – e quais são os resultados obtidos. Assim, você tem uma base melhor também de como está o andamento do mercado no que se refere ao segmento em que seu negócio atua.

Definir metas SMART, por exemplo, é uma forma altamente indicada para quem deseja aplicar métodos mensuráveis e realmente eficazes.

Então, em vez de pensar somente em aumentar a rentabilidade, você vai definir um percentual que deve ser atingido em um determinado período. Porém, vale lembrar: essa meta deve ser coerente com o que sua empresa pode crescer no momento, e não com o que você deseja para um futuro mais distante.

As metas, além de relevantes, devem ser objetivas e alcançáveis para encorajar os colaboradores durante o processo.

4.Como alcançar as metas definidas?

 

Tão importante quanto definir metas estratégicas é fazer o devido acompanhamento destas para garantir que elas serão alcançadas.

Ao pensar em metas alinhadas com os valores e a missão da sua empresa, é essencial dividir as metas em pequenos objetivos. Por exemplo, para aumentar a quantidade de clientes fidelizados, você precisa seguir vários pequenos passos, como estudar mais os perfis dos seus consumidores, melhorar a comunicação de sua empresa, ter mais presença online, oferecer mais canais de venda, oferecer benefícios ao seu público etc.

Decompor suas metas em pequenos objetivos ajuda você a visualizar as estratégias e organizar as próximas etapas de forma mais prática e assertiva, tornando o processo mais transparente para toda a equipe.

Para monitorar as metas, você pode contar com ferramentas tecnológicas ou com uma planilha para analisar o andamento das etapas. É importante acompanhar os seguintes pontos:

– prazos para alcance de cada meta;

– cronograma com datas para a realização de cada etapa;

– divisão de tarefas;

– definição de colaboradores responsáveis por cada processo.

Algo que pode te ajudar a fazer esse acompanhamento é definir os indicadores de desempenho. Estabelecer indicadores de rentabilidade é uma ótima escolha para você que deseja acompanhar o desempenho das estratégias e dos fluxos de alcance das metas.

5.Por que utilizar indicadores e como defini-los? 

 

Gerenciar indicadores de desempenho – também conhecidos como KPIs – pode ajudar você a manter a competitividade no mercado, alcançar os resultados almejados e garantir insights extremamente úteis para otimizar os próximos planejamentos de metas da empresa.

Para saber quais indicadores devem ser aplicados e quais metas devem ser traçadas, uma das dicas é analisar os resultados obtidos nos processos passados. É preciso também, além de limitar a quantidade de indicadores, pensar em estratégias que não extrapolem o orçamento da sua empresa: para facilitar o acompanhamento, o mais indicado é focar realmente no que pode ajudar sua empresa a se desenvolver e ter mais rentabilidade.

Alguns dos indicadores mais utilizados para monitorar a rentabilidade são:

  • Custos fixos médios e custos variáveis médios;
  • Ponto de equilíbrio;
  • Margem de lucro bruto;
  • Taxa de margem de contribuição;
  • Custo dos produtos ou serviços vendidos.

Para que o acompanhamento seja mais eficaz, você deve comunicar os indicadores que servirão para monitorar as metas, e os motivos de cada um deles, a fim de que os colaboradores fiquem cientes do que – e como – deve ser alcançado.

Esperamos que esse post ajude você a aumentar a rentabilidade do seu negócio em 2021. Não há metas e indicadores certos ou errados, há os que se alinham melhor com as suas necessidades, condições financeiras e principalmente com os objetivos da sua organização. 

Para conferir mais dicas sobre empreendedorismo, rentabilidade e gestão de negócios, é só continuar conferindo o nosso blog. Até breve!

× Como posso te ajudar? Available on SundayMondayTuesdayWednesdayThursdayFridaySaturday